Caíque Costa ganha cinturão do Fight On e já pensa no UFC

Por decisão unanime da arbitragem, o baiano Caíque Costa saiu vitorioso da disputa com Geraldo Cocão no octógono do Fight On Solidário. O nível dos lutadores levou o público que lotou o Clube Baiano de Tênis à loucura, em cada golpe, dando um brilho especial à disputa pelo cinturão inaugural peso-pena (até 66kg) da competição. Em um duelo acirrado, lutado maior parte do tempo no solo, os atletas demonstraram muita técnica e concentração, no melhor confronto da noite.

Visto como promessa do MMA baiano, Caíque, de 24 anos, levou a melhor somando mais um êxito para o cartel de 11 vitórias e apenas uma derrota. Aluno e uma das principais apostas do mestre de boxe Luiz Dórea, da Champion Team, Caíque não escondeu a felicidade ao fim da luta e revelou foco de quem já sonha alto na carreira. “Vou pra casa descansar, que segunda tem treino e a partir de agora é UFC. Quero lutar lá fora”, disse em meio a muitos agradecimentos.

Essa não será a primeira vez que o Fight On revela atletas para o mundo do MMA. Carlos Boi, atleta de Feira de Santana, foi uma das revelações que passou pelo octógono da competição e atraiu olhares do Ultimate Fighting Championship (UFC), chegando a assinar com a marca, apesar de não ter estreado ainda.

Com 12 lutas, o Fight On foi uma competição solidária, onde os ingressos foram trocados por alimentos. O público que compareceu ao evento respondeu ao chamado, sendo arrecadado mais de 1 tonelada de produtos destinados às famílias do Projeto Boa Luta, que treina crianças e jovens do bairro da Boca do Rio.

Leave a Comment

AO VIVO